Como funciona o processo de têmpera?

post_blog_02 copiar

O processo de têmpera vai proporcionar maior resistência e segurança aos vidros, feito a partir do aquecimento controlado do vidro comum, em temperatura aproximada de 700º para logo em seguida seja resfriado também de maneira controlada.

Isso vai proporcionar que sua resistência se eleve assim como a dureza do material, que acontece justamente quando ele é exposto ao resfriamento brusco, causando um rearranjo molecular em sua estrutura. 

Além disso, o processo de têmpera gera tensão de compressão na superfície do vidro, local onde eventualmente podem ocorrer as trincas, e assim dificultar que as mesmas se propaguem, se estilhaçam em pequenos fragmentos caso seja danificado.

Dessa maneira, o vidro temperado consegue ser 5 vezes mais resistente que o vidro comum e é bastante requisitado para ser usado em carros, móveis, portas, janelas, box e vários outros objetos que necessitem de uma segurança maior que o vidro comum não consegue oferecer.

Matérias

Dicionário do vidro

Você já ouviu falar em caixilho? e Bisotê? E se eu falar: “Quem trabalha com vidro precisa fazer uso de EPIs”, você entenderia o significado

ver matéria

Copyright 2018 | Todos os direitos reservados | www.agenciamona.com